Master Chef lusófono 1


Jantar Lusófilo - foto oficial

Nesta quarta-feira, 15 de novembro de 2017, os escoteiros do 11º/ ES Grupo Escoteiro do Mar Ilha de Vitória surpreenderam a todos com a preparação de um jantar lusófono.

Esta atividade faz parte de mais uma etapa para a conquista da Insígnia de Lusofonia pelos jovens da Tropa Escoteira Mista Épsilon. Para este jantar, os jovens prepararam pratos de países que têm o português como língua oficial ou dominante e apresentaram o resultado de pesquisa que fizeram sobre aspectos culturais destes países.

A Insígnia de Lusofonia é oferecida de maneira específica para o Ramo Lobinho, Escoteiro, Sênior e Pioneiro e os requisitos a serem preenchidos variam de acordo com cada ramo.

Há tempos venho planejando este jantar e finalmente conseguimos realizar, foi um sucesso!

 

Richardson Murta, Chefe da Tropa Escoteira Mista Épsilon

SAIBA MAIS – A INSÍGNIA DE LUSOFONIA

A insígnia da losofonia é uma das quatro insígnias de interesse especial do ramo escoteiro e, para conquistá-la, o escoteiro tem que realizar pelo menos 9 de um total de 22 tarefas relacionados à linguagem e comunicação, escotismo, cultura e geografia relacionado a países lusófonos. COm o jantar lusófilo os escoteiros presentes realizaram tarefas relacionadas à cultura dos países lusófilos.

De acordo com o Fluxograma de Progressão do Ramo Escoteiro, o escoteiro precisa conquistar pelo menos uma destas quatro insígnias para merecer o distintivo de grau máximo que um escoteiro pode ter que é o Lis de Ouro.

distintivo lusofonia escoteiro

 

Jantar de vários sabores

Às 17 horas os jovens começaram a chegar ao local onde aconteceria a atividade proposta. O espaço foi gentilmente cedido pelos chefes Renata e Marcelo. A mesa foi organizada separando os pratos doces e salgados. Os jovens aderiram ao desafio e não pouparam criatividade no preparo dos pratos. Cada jovem deveria, antecipadamente, fazer uma pesquisa de pratos típicos de países de língua portuguesa, escolher uma receita, preparar e apresentar no jantar.

O resultado foi que os participantes deste evento puderam experimentar muitas delícias salgadas e doces, características dos países lusófonos, inclusive do nosso próprio Brasil.

Quando começamos a pesquisar os pratos nos deparamos com a dificuldade de alguns ingredientes e iguarias dos países, mas eles se saíram muito bem.

Júlia Rezende, Assistente de Chefia da Tropa Escoteira Mista Épsilon  

Independente de agradar ou não ao paladar o interessante desse jantar era conhecer um pouco do sabor, dos ingredientes e a forma de preparo das comidas. A identificação de alguns sabores que, assim como a língua portuguesa, nos une e outros tão distantes dos sabores presentes no nosso cardápio brasileiro. Uma riqueza de temperos, texturas e combinações que íamos aos poucos descobrido ao degustar cada prato e tentar identificar o que compunha a receita, uma viagem!

 Delícia de descobertas

Chefes Renata e Marcelo

Chefes Renata e Marcelo: Anfitriões e organizadores do evento

Cada patrulha ficou responsável por pesquisar e trazer para os demais algumas informações e curiosidades culturais sobre países lusófonos. Os jovens também apresentaram a receita que escolheram para levar. Falaram sobre os ingredientes e como fizeram o prato. Eles se preocuparam também com a apresentação do prato. Um capricho à parte, típico de verdadeiros chefs de cozinha!

Estava tudo maravilhoso! Parabéns aos chefes Renata e Marcelo por terem conseguido organizar este jantar do qual tanto se falava.

Jaqueline Sabino – Diretora Administrativa

Depois de toda apresentação e demonstração de conhecimentos adquiridos veio o momento mais esperado: a degustação! E foi um momento muito agradável, de confraternização, descontração e apreciação do trabalho e dotes culinários dos nossos escoteiros. E tudo isso ao som de músicas típicas, cuidadosamente escolhidas, que ajudavam a montar o cenário deixar o ambiente mais aconchegante.

Fotos

Clique na foto abaixo para acessar o álbum de fotos selecionadas do Master Chef Lusófono, disponíveis em nossa página no flickr.

Master Chef Lusófono - 15/11/2017


Redação: Graziela Oliveira; Edição: Jodelson Sabino; Fotos: Frank Komati e Julia Rezende


Um pensamento em “Master Chef lusófono

Os comentários estão desativados.