60º JOTA e 21º JOTI 1


Um final de semana inteiro conectado ao resto do mundo via rádio e via internet no maior evento mundial do Movimento Escoteiro.

Veja neste artigo fatos e fotos da participação dos Escoteiros do Ilha no JOTA/JOTI 2017

  Lobinhos e escoteiros

A Alcateia Lobos do Mar e a Tropa Escoteira Épsilon tiveram à disposição um prédio inteiro do Centro Tecnológico da UFES. Os escoteiros chegaram ao CT-10 às 8hs de sábado, dia 21 e foram recebidos com um café da manhã reforçado, preparado carinhosamente pela comissão de cozinha do JOTA/JOTI, formada por pais apoiadores. Em seguida os jovens se organizaram em grupos, supervisionados pelos chefes Richardson , Júlia e Frank e iniciaram a execução das atividades que já estavam sendo lançadas na rede desde a primeira hora do dia. O jogo começou!

A hora marcada para a chegada dos lobinhos foi um pouco depois, às 9hs. Para alguns tudo era novidade, outros tinham a experiência de JOTI anteriores para compartilhar. O que havia em comum em todos era a animação para o Jamboree na Internet. Eles também começaram lanchando, enquanto a nossa Akelá e alguns de seus assistentes verificavam as atividades que estavam sendo postadas na rede pela coordenação anacional para o Ramo Lobinho.

E o Centro Tecnológico do Campus de Goiabeiras da UFES ferveu com o corre-corre dos escoteiros e lobinhos. Eles se dividiram em grupos para realizar as tarefas em paralelo. Era pesquisa na Internet, fotos, filmagens, entrevistas e depois a montagem do produto final para postar na rede. Uma loucura que eles adoram!

E para garantir a segurança de nossos jovens, dirigentes, chefes e toda equipe apoiadora tivemos a presença constante da Equipe de Segurança interna da UFES. Os seguranças com muita boa vontade e presteza deram todo o apoio necessário durante todo o final de semana. A segurança de nossos jovens vem em primeiro lugar!

 Lobinhos: Comunicando com a Jângal

O tema do Jota Lobinhos 2017 foi 60 anos de Comunicação Escoteira e 10 anos do Jota Lobinho. O objetivo do JOTI era explorar as várias formas de comunicação. E nossos lobinhos aprenderam muito. Se envolveram em uma viagem de história. De conhecimento.

De forma lúdica, foram desenvolvidas atividades que exigiam pesquisa, encenação com personagens, reprodução, montagem e desenvolvimento das formas de comunicação propostas. Curiosos e participativos, os lobinhos iam cumprindo as propostas sugeridas.

As formas de comunicação trabalhadas foram:

  • Semáfora;
  • Código Morse;
  • Alfabeto Fonético;
  • Radioamador;
  • Celular;
  • Internet.

Eles aprenderam e mostraram o que sabiam na montagem das bases:  o Correio, a Semáfora – sistema óptico de sinalização baseado nas diversas posições de suas bandeirolas, o Alfabeto Fonético – também conhecido como Alfabeto OTAN, muito utilizado pelo serviço militar e também pelo turismo, o Radioescotismo e o Telégrafo – nesta base eles conheceram o Código Morse e o Alfabeto Morse.

No final, foram concluídas 5 das 6 atividades propostas e computamos um total de 880 de 1100 pontos possíveis – 80% de aproveitamento!

Entre uma atividade e outra os lobinhos aproveitaram também para cumprir itens das especialidades de Coleção, Origame e Cuidados Bucais. Que fôlego!

Escoteiros: Os desafios do fim de semana

Yoga dos escoteiros

Escoteiros na Yoga do JOTI

Para o Ramo Escoteiro o tema deste JOTA/JOTI era Os 60 Anos Conectando Escoteiros.

E eles estavam realmente conectados. Trabalhando em grupo, comprometidos e se desdobrando para cumprir as tarefas propostas. A sustentabilidade esteve presente no evento deste ano. Como pré-tarefa os escoteiros tinham que fazer uma muda de algumas frutas sugeridas e acompanhar o desenvolvimento. Foi trabalhado também a conscientização da importância do cuidado com os animais domésticos. Neste sentido os jovens desenvolveram algumas sacolinhas para recolher as fezes dos animais.

Durante o sábado e o domingo, os Escoteiros do Ilha tiveram também vários desafios lançados pela rede, entre eles uma pesquisa sobre Yoga em que, além de pesquisar sobre esse conjunto de conhecimentos de mais de cinco mil anos, os escoteiros tinham que aprender e praticar um pouco de yoga. Eles também construíram e lançaram um foguete e desenvolveram um produto que deveria ser postado em uma rede de compra na Internet. Eles conseguiram … e venderam o produto!

A LAMPARADA dos escoteiros no sábado

No sábado à noite aconteceu a Lamparada. Uma cerimônia típica do escotismo. Um momento em que os jovens conversaram sobre suas boas ações e a confiança e respeito ao próximo. Foi um evento emocionante, com o ambiente iluminado apenas por uma pequena lâmpada, colocada no centro de um círculo formado pelos escoteiros sentados no chão. Os chefes puderam trabalhar a integração e o desenvolvimento espiritual dos escoteiros. Cada escoteiro teve a sua vez de compartilhar com o grupo as boas ações que realizou durante a semana. Uma vivência que une através de exemplos!

Na parte final da Lamparada o escoteiro Eric Sabino, monitor da Patrulha Arraia, aproveitou o momento para realizar uma apresentação musical em voz e teclado. Eric cantou e tocou duas canções escoteiras de letra e música de sua autoria, cumprindo assim mais um item da especialidade de Música. Antes de apresentar a última música, Eric ensinou para os presentes o refrão e assim todos puderam acompanhá-lo em coro durante a execução.

O escoteiro tem

esta missão aqui

e sei que juntos vamos

contribuir

Refrão da música “Melhorando o mundo” de autoria do escoteiro Eric Sabino, do 11º/ES Grupo Escoteiro do Mar Ilha de Vitória

Saiba mais: O FOGO DO CONSELHO E A LAMPARADA

Para o Escotismo, o Fogo de Conselho é uma reunião em que, à noite, iluminados por uma fogueira, todos se reúnem para se divertir, cantar, representar peças ligeiras, danças folclóricas e para refletir ou aprender algo de novo pela palavra do Chefe. O Fogo de Conselho, como muitas outras atividades que caracterizam a mística e a ambientação do Programa de Jovens, tem sua origem nas observações do fundador do Escotismo, Baden-Powell, sobre os costumes, valores e tradições culturais dos muitos povos que conheceu durante suas viagens.

A Lamparada é uma versão adaptada do Fogo do Conselho quando, normalmente devido a restrições de segurança, não é possível acender uma fogueira. Neste caso a cerimônia é realizada em ambiente fechado e em volta de um foco de luz, que pode ser uma lâmpada, lanterna ou lampião.

 Muitos cordões de eficiência para fechar o JOTI dos escoteiros

Cordões conquistados no 60o.-JOTA-21o.joti

Quatro cordões de eficiência de uma vez

No final da tarde de domingo, no I.B.O.A. de encerramento do JOTI para os escoteiros foi particularmente emocionante para jovens e pais da Tropa Escoteira Épsilon. Os chefes Richardson, Júlia e Frank reservaram uma surpresa para encerrar e tornar esse evento inesquecível para os escoteiros: Aitana Eler, Cecília Oliveira, Eric Sabino e Marcos Celin. Eles receberam o tão almejado Cordão Vermelho e Branco. Um mistura de alegria, surpresa e emoção tomou conta dos jovens! Aitana e Marcos receberam também a última Progressão do Ramo Escoteiro: Travessia e ainda a Insígnia Aprender. É … os escoteiros da Tropa Épsilon estão realmente empenhados na conquista da Lis de Ouro! Chefe Richardson reuniu no centro da grande roda todos os escoteiros que já conquistaram Cordão: Verde e Amarelo e Vermelho e Branco.

Parabéns escoteiros! Vocês nos orgulham com tanta determinação!

Os cordões de eficiência, as progressões e as centenas de especialidades conquistadas pelos jovens da Tropa Escoteira Épsilon ao longo deste ano de 2017 são evidências de um desempenho sem precedentes, de uma dedicação impressionante e de um destacado trabalho em equipe dos jovens, do Chefe e de seus assistentes! …

Jodelson Sabino, Diretor-presidente do 11º/ES Grupo Escoteiro do Mar Ilha de Vitória

 Equipe de Festas e Eventos: planejando, organizando, fazendo acontecer

 

A Equipe de Festa e Eventos do Ilha está um luxo! Muito bem organizada, integrada, criativa e produtiva, já até inventaram um nome de fantasia “Equipe Ratatouille“. A comissão destacada para o JOTA/JOTI começou a trabalhar semanas antes do evento, elaborando o cardápio, fazendo a cotação de preços e a escala para atender as demandas das refeições e lanches que seriam servidos. Uma sincronia na divisão de tarefas e um trabalho de equipe digno do escotismo! Parabéns aos pais que formaram esta comissão e aos demais que vem fazendo com muito carinho e compromisso um trabalho indispensável para o sucesso dos eventos do Ilha. A eles nosso muito obrigado. Bravo, bravo, bravo!!!

 Seniores no AcampaRádio em Fundão

Seniores-JOTA-2017

Seniores no 60º JOTA, em Aracruz, (ES)

Os seniores e pioneiros do Ilha de Vitória se reuniram com outros Grupos Escoteiros do Estado para realização das atividades do JOTA. Eles saíram no sábado dia 21/10 e foram se reunir em Aracruz, na sede do 25º/ES Grupo Escoteiro Jequitibá, com os seniores dos Grupos Escoteiros 16º/ES Barão de Teffé, de Vila Velha, 037/ES Grupo Escoteiro Padre Assis de Iconha  e do próprio 26º/ES Grupo Escoteiro Jequitibá. Eles montaram acampamento e se dividiram em duas patrulhas.

O evento foi o primeiro AcampaRádio, promovido pela Região Escoteira do Espírito, uma iniciativa da Coordenação Regional de Radioescotismo com o objetivo de proporcionar conhecimentos práticos sobre radioamadorismo e radioescotismo, incentivando a conquista de especialidades, da insígnia de Radioescotismo, e do Certificado de Operador de Estação de Radioamador (COER).

Os jovens participaram da montagem de uma estação de rádio, de um Seminário Técnico, bases e prática. No Fogo do Conselho teve Esquete sobre o rádio. No domingo, logo pela manhã, Espiritualidade no cruzeiro, avaliação de especialidades e o Grande Jogo. Foram momentos de grande aprendizado e interação com os outros Grupos Escoteiros.

A atividade foi realizada no alto do Parque Goiapaba-Açu , em Fundão, numa altitude de 920 metros, e reuniu um total de 28 participantes do Ramo Sênior.

Pioneiros no JOTI em Colatina

Os clãs pioneiros do Espírito Santo decidiram se unir, nesse JOTI, em uma única equipe. Foram todos acolhidos na sede do 12º/ES Grupo Escoteiro Marista, na cidade de Colatina para realizar as atividades, estando presentes, além dos pioneiros do 12º/ES, também os do 35º/ES Grupo Escoteiro Linhares e o pioneiro Hugo do 11º/ES Grupo Escoteiro do Mar Ilha de Vitória. Acompanhou o grupo a diretora regional de mobilização juvenil Erika Hemerly, como chefe responsável pela equipe.

A atividade foi um ótimo meio de integração entre os clãs da região, tendo sido importante para os jovens pioneiros trocarem informações e experiências adquiridas em seus grupos escoteiros, além de se divertirem com desafios propostos no 21º Scout JOTI Challenge.

facebook_circle_black Quem tem conta no facebook pode acessar a fan page da equipe pioneira, com fotos e vídeos das atividades realizadas, que clicando no ícone à esquerda ou aqui.

 Trabalho em equipe de altíssimo nível

O anfritião

Da esquerda para a direita, Chefes Eliana e Jodelson, Professor Rodrigo, Chefes Jacquline, Frank e Lourdes

60o.jota-21o.jotiO projeto do JOTA/JOTI deste ano foi tão espetacular que seria digno de um trabalho de pós-graduação em Gestão de Projetos … e foi!

Coordenação qualificada

O Gestão do projeto JOTA/JOTI 2017 foi realizada com o mais alto grau de qualidade, tanto no aspecto acadêmico como profissional. Para começar o coordenador do projeto, Chefe Frank Komati é pós-graduado em Gerência de Projetos com experiência profissional de décadas atuando nesta área, sendo inclusive certificado pelo PMI (Project Management Institute), a maior organização de profissionais desta área, fundada em 1969 e com quase 3 milhões de associados em quase todos os países do mundo.

Além disso, quem apoiou o Chefe Frank na coordenação do evento desde o início da fase de planejamento foi a Chefe Ana Luiza Louback Coelho dos Santos, que apresentou o  trabalho “Programação para o Evento Escoteiro “60° JOTA / 21° JOTI” para o 11°/ES GEMar Ilha de Vitória” como Trabalho de Conclusão de seu MBA em Gerência de Projetos pela Universidade de Vila Velha, orientada pelo Rogério Santos Gonçalves, que também tem certificação pelo PMI, assim como o Chefe Frank.

Palestra sorbe escotismo

Palestra sobre Escotismo

Em paralelo com a programação do JOTA/JOTI o nosso diretor-presidente, Jodelson Sabino, ministrou uma palestra para os pais e voluntários do nosso Grupo sobre o escotismo, sobre o nosso Grupo Escoteiro e com respostas para as perguntas mais frequentes dos voluntários e pais novatos. A Equipe de Acolhimento e Integração do nosso Grupo Escoteiro deu o apoio necessário na convocação e durante a execução deste mini-evento, inclusive com o lanche que foi servido aos participantes.

A quem devemos o sucesso do evento

Mas planejamento não é tudo. Neste JOTA/JOTI o nosso Grupo Escoteiro pode contar, mais uma vez, com o trabalho em equipe de outros muitos pais e voluntários que tiveram contribuição fundamental na fase de execução do projeto.

Além dos jovens que são os protagonistas do evento e a razão fundamental de todo o nosso esforço, os seguintes voluntários e instituições merecem todo o reconhecimento e elogios do nosso Grupo Escoteiro por terem contribuído para o sucesso do evento.

 ATIVIDADE COLABORADORES
Planejamento e coordenação geral Chefe Frank Komati, coordenador geral do evento.

Ana Louback, apoio no planejamento e documentação, inclusive tendo o evento como tema de seu trabalho de pós-graduação.

Provisão de infra-estrutura física e segurança Professor Rodrigo Rosa, do Depto. de Eng. Civil da UFES.

UFES – Centro Tecnológico.

Serviço de segurança da UFES: Chefe Pimentel.

Orçamento, planejamento, compra dos ingredientes, preparação e serviço das refeições dos participantes do evento Pais e voluntários da Equipe de Festas e Eventos (Equipe Ratatouilli) designados para atuar no evento: Aldrey; Ana Bottecchia; Christian Senn; Claúdia Melo; Eduardo Trés; Eliana Rigo; Filipe Mansur; Francine Gratival; Franco; Gabriela Pedrosa; Goreth Selvatici; Graziela  Oliveira;  Lourdes; Marcelo Borges; Maria Tereza Moreira; Mônica e Pollyana Paraguassú, coordenados pela nossa Diretora Administrativa Chefe Jacqueline Sabino.
Planejamento e suporte técnico em radioamadorismo Voluntários do GECRE(Grupo Expedicionário Capixabas de Rádio Emissão): Paulo Mello e Renan de Almeida.

Assistentes da Tropa Sênior Impisa do nosso Grupo Escoteiro: Chefes Luis Paulo e Andre.

Apoio operacional Silvana Roncetti, Eliano Oliveira, Luciano Raposo
Palestra sobre Escotismo e o sobre o nosso Grupo Escoteiro Palestrante: Jodelson Sabino

Apoio: Pollyana Paraguassú, Jacqueline Sabino, Goreth Gasparini, Ana Bottecchia, Graziela Oliveira e Albert Sholl.

Fotos e vídeos do JOTA/JOTI

Clique nos ícones abaixo para ter acesso a mais mídias produzidas durante o nosso JOTA/JOTI

flickr button  Acessar o álbum de fotos do nosso JOTA/JOTI deste ano no flickr
YouTube button  Entrar no nosso canal do youtube de onde terá acesso a vários vídeos produzidos pela Tropa Escoteira Épsilon durante o JOTA/JOTI 2017

Para compartilhar este artigo no facebook, google+, tweeter ou por e-mail, utilize os botões abaixo deste post.


Redação: Jodelson Sabino,Graziela Oliveira e Hugo Ehmerly; Edição: Jodelson Sabino e Hugo Ehmerly; Fotos: pais e voluntários dos diversos Grupos Escoteiros citado neste artigo


Um pensamento em “60º JOTA e 21º JOTI

  • Margareth

    Parabéns a todos que participaram.
    Parabéns Eric por mais essa conquista.

Os comentários estão desativados.