Acampilha 2017: Emoção do começo ao fim 1


Enfim chegou o grande dia! Sábado, 26 de agosto, 8h30, início do acampamento do 11º/ES Grupo Escoteiro do Mar Ilha de Vitória. A energia desse evento já podia ser sentida na chegada das crianças, jovens e colaboradores. O carinho com que tudo foi planejado fez a diferença. Parabéns aos nossos organizadores, chefe Luciano Raposo e Enilene Lovatte. Agradecemos também à família Celin, por nos ceder o espaço para a realização do evento e à família Rigo que foi responsável pelo transporte do material que seria utilizado no acampamento e ainda disponibilizou seu motor home para a pernoite de alguns dirigentes. O espírito do escotismo está mais vivo do que nunca em nosso grupo!

Lobinhos, escoteiros, seniores e pioneiros, todos devidamente trajados, ansiosos à espera do I.B.O.A., para dar início à grande aventura que os esperava. Pioneirias, rala, catapulta, canto do lenhador, momento de reflexão, fogo do conselho … O VIII Acampilha teve tudo que os escoteiros gostam!

 

 Cruzeiro do Sul – Início do evento com fortes emoções

As lobinhas Gabriela Gratival e Sophia Oliveira foram as protagonistas do pontapé inicial do Acampilha com a cerimônia de reconhecimento de suas conquistas: Receberam o tão almejado distintivo especial Cruzeiro do Sul. Na presença de seus pais, as lobinhas foram chamadas pela Akelá Sylvia Lessa que as parabenizou por esta importante etapa concluída e solicitou à diretora administrativa, Jaqueline Fundão Sabino, que fizesse a entrega do certificado e do distintivo azul com estrelas douradas, motivo de alegria e objetivo maior de todo lobinho da alcateia. Parabéns lobinhas! A conquista é de vocês mas o orgulho é de todo o grupo!

Logo após, cada ramo seguiu para o local de seu acampamento. Os lobinhos puderam colocar em prática os ensinamentos que tiveram no sábado anterior, em que uma das atividades aplicadas foi justamente apresentar a eles os equipamentos que compõe e a forma de montar uma barraca. Sob a orientação dos chefes César Francez, Roger Trancozo e Paulo Abreu, eles deram início à montagem das barracas, arrumação e disposição das bagagens e separação das matilhas por barraca.

 Um por todos…

Enquanto lobinhos e lobinhas preparavam as suas barracas animadíssimos, a equipe de cozinha, composta por pais colaboradores, já estava a todo vapor, preparando o lanche da manhã e adiantando o almoço de todo grupo. A secretaria também já estava sendo montada e seus colaboradores decorando o espaço com motivos marítimos, um carinho a mais para este esperado acampamento.

Equipe-Cozinha

Pais na Equipe da Cozinha

Descendo para o local do acampamento dos demais ramos já se encontrava a Tropa Sênior dando início a montagem de seu campo. Iniciaram separando bambus para fazer um tablado suspenso onde seria montada a barraca. Com as tarefas divididas eles cortavam, classificavam, separavam e amarravam os bambus e aos poucos, com o trabalho em equipe e sincronizado, foi surgindo a engenhosa construção. Para o segundo dia eles tinham ainda o projeto de construir uma pequena balsa. Não só fizeram como navegaram na embarcação. Utilizaram bambu e lona. Um luxo!

Os pioneiros não ficaram para trás! O local escolhido para o acampamento foi o mais distante. Entre árvores, eles fizeram amarrações e montaram um tablado suspenso bem longe do chão. Por cima, esticaram uma lona para proteger da chuva e dormiram em sacos de dormir. Para iluminar, lanternas e a luz das estrelas. Realmente esses jovens são especiais! São amantes da natureza, vivem em busca de desafios, adoram superar seus limites e estão unidos pelo escotismo.

Cercado entre dois córregos, os escoteiros armaram seu acampamento. Foi um trabalho em equipe. Uns traziam bambus, outros cortavam e outro grupo fazia as amarrações para a confecção de utensílios que seriam utilizados por eles, como bancos, mesas, tripé. Levantaram um mastro onde foi hasteada a bandeira da Tropa Escoteira Épsilon e duas bandeiras de sinalização. O acampamento foi delimitado por uma cerca de bambu e sisal e o formato era de um grande navio Viking. Criatividade e disposição estes jovens tem de sobra!

 Criatividade e organização

Logo atrás do mastro das bandeiras os escoteiros ergueram um tripé que serviu como suporte para deixar suspenso o saco utilizado para armazenar a água do grupo. Com este sistema, os escoteiros reduziram o número de viagens necessárias para buscar água em um local mais distante. Na região equivalente à popa do Barco Viking, eles montaram o canto do lenhador. Um local cercado, com estruturas em bambu e sisal específicas para guardar as ferramentas do acampamento. A maioria das ferramentas utilizadas pelos escoteiros foram doadas pela empresa Brutus Services e foram utilizadas pela primeira vez neste acampamento.

Eles chegaram

A noite chegou e era hora dos vikings invadirem o acampamento. Lobinhos, escoteiros, seniores e pioneiros trajados com suas armaduras, escudos, armas e capacetes, prontos para a disputa da melhor fantasia. Essa foi uma atividade passada antecipadamente aos jovens: confeccionar suas vestimentas com motivos Vikings. Eles levaram a sério e capricharam! A colocação final desta disputa ficou assim:

  1. Anabelle Batista;
  2. Lucas Paraguassú;
  3. Eric Sabino.

 Fogo do Conselho: Iluminando e aquecendo

A última atividade da noite foi o Fogo do Conselho para pioneiros, seniores e escoteiros e a Flor Vermelha para os lobinhos. Esse é o momento em que os jovens se reúnem o redor do fogo para cantar, apresentar peças ligeiras e danças folclóricas. Cada ramo fez a sua apresentação, um momento de descontração que envolveu a todos.

Para encerrar a noite uma surpresa encheu de alegria os corações dos jovens. Teve Promessa escoteira, Promessa pioneira, e entrega do Cordão Verde-Amarelo. Envolvidos pelo clarão da fogueira os jovens iam sendo chamados e recebiam das mãos dos chefes de cada ramo os distintivos tão aguardados. Momento de muita emoção para eles e para todos que assistiram a cerimônia.

Promessa Escoteira:

  • Carol Valladão;
  • Gabriel Carlesso;
  • Nayane Ghilsofi;
  • Nicolle Barros.

Promessa Pioneira:

  • Taísa Sabaini.

Cordão Verde-Amarelo:

  • Aitana Eler;
  • Anabelle Batista;
  • Bárbara Campos;
  • Cecília Oliveira;
  • Eric Sabino;
  • Erick Kenzo;
  • Gabriel Paraguassú;
  • Letícia Selvatici;
  • Marcos Celin;
  • Sofia Silveira.

 Momento de Espiritualidade

Os escoteiros Aitana Eler e Marcos Celin fizeram na manhã de domingo, após o café da manhã, um momento de espiritualidade. Com todo o grupo reunido, eles utilizaram o recurso da música para mostrar a importância de silenciar a mente e conversar com Deus. Independente de religião a prática da meditação permite rever ações, refletir sobre erros e enganos cometidos no dia a dia. Ter um olhar caridoso com o outro é essencial para viver em paz e feliz consigo mesmo.  Ajuda a reforçar os laços de amizade e nos torna pessoas melhores. ” O escoteiro é amigo e irmão dos demais escoteiros, é limpo de corpo e de alma”.Esse também foi um item cumprido de especialidade. Parabéns pela apresentação, momento muito agradável, de muita paz!

Excursão à terra dos homens

Na manhã de domingo o Clã Pioneiro Ilha de Socó proporcionou aos lobinhos uma experiência inesquecível: Levou-os em fila indiana para uma viagem fantástica em que eles conheceram os acampamentos das tropas escoteira e sênior e do próprio clã pioneiro. Chefe João Gabriel mostrou para os lobinhos as estruturas que foram montadas por seniores e guias e esclareceu dúvidas dos curiosos lobinhos e lobinhas. Depois, os lobinhos visitaram o acampamento dos pioneiros onde os mais corajosos puderam subir na estrutura, acompanhados por um pioneiro,  e posar para uma foto lá do alto. Por fim eles visitaram o acampamento dos escoteiros e tiveram uma explicação, dada pelo Chefe Richardson das diversas áreas do campo montado e a função de cada uma delas.


Redação: Graziela Oliveira e Jodelson Sabino; Edição: Bernardo Vasconcellos e Jodelson Sabino; Fotos: Jodelson Sabino, Frank Komati e outros fotógrafos não identificados; Edição da foto de cabeçalho: Glen Leão.


Um pensamento em “Acampilha 2017: Emoção do começo ao fim

  • Eliana Rigo

    Foi um grande prazer participar desse grande evento anual do nosso grupo!!!!!
    Oportunidade de reforçar laços de amizade e colaborar na formação dos nossos jovens…..
    Parabéns à todos os envolvidos: pais,voluntários, escotistas e dirigentes!!!!

Os comentários estão desativados.