Progressões, passagens e iniciação à pioneiria


Manhã ensolarada na Praia de Santa Helena … Convidados ilustres, cerimônias de passagem, investidura e entrega de Cruzeiro do Sul, nós, amarras e sinalização. É muito escotismo para um dia só!

Progressões, passagens de ramo, investiduras e iniciação à pioneiria. É o nosso Grupo crescendo em qualidade e em quantidade! Leia abaixo o resumo do que rolou nesse sábado 18/3.

Visitantes do dia

Tivemos a alegria de receber a visita de membros do 35º GE de Linhares, da Capitã Cláudia Musso e de dois representantes da Diretoria da Região Escoteira do Espírito Santo: A Diretora de Mobilização Juvenil Erika Hemerly e o Diretor de Relações institucionais Leonardo Vilar Costa.

 Passagem e investidura

Depois do I.B.O.A. aconteceu a entrega de mais um Cruzeiro do Sul. É… nossos Lobinhos não estão brincando não! Desta vez foi a vez da escoteira Paula Senna receber o mais alto distintivo do Ramo Lobinho.  Das mãos de sua Akelá Sylvia Lessa Paulinha recebeu seu certificado e o tão almejado Distintivo. Junto aos seus pais: Luciana Senna e Marcos Paulo Rodrigues ela comemorou seu esforço e empenho.

Paulinha e sua família: Felizes pela conquista do Cruzeiro do Sul

Foi também o dia da esperada passagem de cinco lobinhos à cidade dos homens. Este é o ritual usado para simbolizar o desligamento do lobinho, que completa 11 anos, de sua alcateia para então fazer parte de uma Tropa Escoteira. Foram eles: Bárbara Campos, Sofia Resende, Sara Hemerly, Paula Senna e Lucas Botecchia. Os lobinhos tiraram as fitinhas com seus nomes do Totem da Alcateia e caminharam para ultrapassar a barreira feita pelos escoteiros que os aguardavam com muita animação.

Promessa Escoteira na passagem de ramo dos cinco jovens, agora ex-lobinhos.

Escoteiros aprendem outras formas de comunicação

Foi apresentado ao Ramo Escoteiro um pouco sobre Semáforo de bandeiras e Código Morse. São sistemas de comunicação utilizados em várias áreas e também na navegação. O semáfaro de bandeiras é usado por um sinalizador para orientar as manobras feitas pelo comandante, através dos sinais feitos com duas bandeiras. O Código Morse é a comunicação através de texto representadas por ponto, traço e espaço.

As atividades foram iniciadas com a explicação do que é a Patrulha de Serviços e o horário que ela deve cumprir. Logo após teve a roda de canção com a participação do Pioneiro Hugo Hemerly do 35º GE de Linhares. Em seguida os jovens receberam uma explanação sobre estes tipos de comunicação, sinais manuais, utilizadas em embarcações. Depois as tropas foram separadas em duas patrulhas. O objetivo era que uma patrulha se comunicasse com a outra através do sinal que lhe foi designado, como se fossem uma embarcação.

Essa é uma atividade muito extensa, segundo o Chefe Richardson, demanda muito tempo dos jovens, mas eles consideraram muito importante para futuras navegações da tropa.  Os seniores estiveram com os escoteiros durante toda a atividade e juntos compartilharam este novo aprendizado.

 Lobinhos: Nós e tripés são os primeiros passos para a pioneiria

Tivemos também a Investidura de dois lobinhos, os irmãos Gabriel e Sophia Burkhardt, que a partir de então passaram a usar o lenço do Grupo e a fazer parte da Alcateia Lobos do Mar.

A atividade dos lobinhos contou com a participação do Chefe Leonardo Vilar e da Capitã Cláudia Musso.  Sentados em roda eles aprenderam alguns tipos de nós, entre eles, o nó fiel e o nó de escolta. Como sempre muito participativos e curiosos ajudavam um ao outro e foram aprendendo os nós. Ao final fizeram um tripé, o primeiro passo para no aprendizado desses pequenos na arte da pioneiria (veja quadro “saiba mais” abaixo).

Lobinhos se preparam para iniciar a primeira aula de pioneiria com o Chefe Léo

Saiba mais: O QUE É PIONEIRIA?

Pioneiria é como se chamam estruturas construídas de materiais naturais como bambu e sisal, com o uso de amarras e nós e com a finalidade de trazer conforto ao acampamento escoteiro e também de desenvolver nos jovens a criatividade, a coordenação motora, a habilidade no uso de ferramentas de corte. A construção de pioneirias também propicia aos chefes uma situação ideal para ensinar aos jovens as regras de segurança e os procedimentos de limpeza e conservação das ferramentas.

O uso de pioneirias facilita em muito a vida nos acampamentos por elas serem de extrema utilidade e de fácil construção. Bastam apenas um bom número de hastes firmes e corda para dar vida a pontes, abrigos, fogões suspensos, pórticos, torres e uma infinidade de outras estruturas limitadas apenas pela imaginação e habilidade do escoteiro.

 

Pioneiria dos Seniores no Tropilha 2016

Pioneiria dos Seniores no Tropilha 2016

Escoteiros são promovidos a seniores

Este sábado foi também dia de passagem para alguns escoteiros: Thamirys Francez, Beatriz Mello, Bruno Diniz, Nícolas Lakatos e Ana Gutter foram conduzidos ,de olhos vendados e em fila indiana pela guia Rosa Galletta enquanto o Chefe João Gabriel dava os comandos para orientá-los a se encontrarem com os demais colegas de sua Tropa. E eles foram andando até, finalmente, serem recebidos com  abraços e a canção (grito) da Tropa sênior Impisa. É o nosso Grupo Escoteiro crescendo em qualidade e em quantidade, ajudando a escrever a história e participando da progressão de nossos jovens no escotismo e na vida. Agora temos mais 5 jovens na Tropa Sênior Impisa.

Clique na foto abaixo para ver o vídeo com o momento final da recepção dos novos seniores em sua tropa em que eles entoaram o grito de guerra.

 

MVI_0958

Grito de Guerra com os novos seniores

Iemanjá: Porque navegar é preciso

Aconteceu também, nesse último sábado, mais uma reunião da Comissão Navegar é preciso, responsável por fazer o nosso veleiro Iemanjá voltar a navegar. Foram levantadas todas as providências necessárias para que o barco possa ser levado à EAMES (Escola de Aprendizes-Marinheiros do Espírito Santo), para então passar por uma reforma. Ficou definido que no próximo sábado, dia 25/03, uma equipe de voluntários do nosso Grupo irá até a embarcação realizar uma inspeção para confirmar os detalhes sobre a sua situação atual e os reparos necessários nas instalações elétricas, no motor e no casco. Esse é o passo inicial para que então se possa dar início aos preparativos para a tão sonhada reforma. Os jovens do Ilha esperam ansiosos que o Iemanjá volte a deslizar solenemente pelas águas capixabas, exibindo em sua proa escudo do nosso Grupo.

Patrulha de Serviço em ação!

Também nesse sábado foi implantado o rodízio da Patrulha de Serviço Romeu. Os escoteiros ou seniores da Patrulha Romeu tem a responsabilidade de chegar antecipadamente à Praia de Santa Helena, preparar o local e a corda para hastear a bandeira, o material que será usado nas atividades, montar e desmontar o gazebo, a mesa, os bancos e o banner. Esta patrulha é trocada todo sábado fazendo com que todos possam participar e ajudar na preparação do espaço para receber os demais e, no final das atividades realizar a devida inspeção e limpeza do material e guardá-lo para que seja utilizado na semana seguinte.

Escoteiros da Patrulha de Serviço desmontam o Gazebo

Segunda aula de vela!

Escoteiros e lobinhos prolongaram as atividades do grupo pela manhã de domingo na segunda aula de vela. Vento em popa e mais aprendizado sobre a arte de velejar.

Duas lobinhas praticando vela num optimist

E para completar com chave de ouro o final de semana, o nosso Grupo recebeu felicitações da Coordenação Nacional do Escotismo do Mar da União dos Escoteiros do Brasil pelo sucesso da Comissão Optimist ao viabilizar a nossa Escolinha de Vela.

Ch Marcelo Teixeira Qual foi minha alegria ao ver a notícia deste excelente projeto do GEMar Ilha de Vitória – 11/ES: Iniciar o treinamento da navegação à vela com jovens na mais tenra idade é o melhor caminho para a formação de grandes navegadores. Este GEMar, ao qual tenho o maior carinho, vem demonstrando que está no rumo certo e nós da Coordenação Nacional da Modalidade do Mar ficamos felizes de poder contar com pessoas dedicadas e responsáveis desenvolvendo o Escotismo do Mar no Espírito Santo. Parabéns a todos do GEMar! Bons Ventos!

Marcelo M. Teixeira – Coordenação Nacional do Escotismo do Mar (CONAMAR-adj), União dos Escoteiros do Brasil


Imagens dizem mais que palavras …

Você vai poder relembrar algumas cenas das atividades desse dia visitando o álbum das atividades de 18/3 em nossa página no Flickr  onde encontrará uma seleção de 43 fotos e 8 vídeos que a Equipe de Comunicação do nosso Grupo preparou para deixar como lembrança desse último sábado. A propósito, nessa semana a nossa página no flickr ultrapassou a barreira das 3.000 fotos publicadas, contando a nossa história desde 8/9/2015, quando foi lançado o nosso novo site e estabelecida a nossa presença no google+ , no youtube , no flickr e no facebook .


Redação: Jodelson Sabino e Graziela Oliveira, edição: Bernardo Vasconcellos e Jodelson Sabino, Fotos: Frank Komati