Início das atividades de 2017


E as férias acabaram! Sábado passado, dia 4/2/17, iniciamos as atividades de 2017 no 11º/ES Grupo Escoteiro do Mar Ilha de Vitória.

Muitas novidades anunciadas na sessão de avisos do I.B.O.A., muitos jovens iniciando seu período de experiência, muitos pais assumindo funções na nova estrutura organizacional do Grupo e … o principal: O brilho nos olhos dos jovens que estavam ávidos por rever os seus colegas escoteiros e começar a jornada anual de aventuras e progressões. Esse foi o resumo do nosso primeiro dia de atividades no ano.

 Visita de representantes da Regional

Tivemos a honra de receber a visita de dois representantes da União dos Escoteiros do Brasil – Região do Espírito Santo (UEB-ES) para nos desejar um ano de progresso e de realizações: O Chefe Luiz Severino Neto, executivo do escritório regional da UEB-ES e o Chefe Leonardo Costa, Diretor de Relações Institucionais da UEB-ES. Chefe Luiz Severino entregou alguns certificados recebidos do escritório nacional da União dos Escoteiros do Brasil. Chefe Leonardo discutiu com os diretores do nosso Grupo sobre iniciativas e planos de ação para provisão de infra estrutura para os eventos do Grupo ao longo do ano de 2017.

Conclusão do Curso Básico

Entrega do Anel de Gilwell ao Chefe Richardson

Entrega do Anel de Gilwell ao Chefe Richardson

Todo adulto que exerce cargo ou função no Movimento Escoteiro tem o direito e o dever de se aperfeiçoar para melhor desempenhar suas responsabilidades no Escotismo. A União dos Escoteiros do Brasil oferece cursos e eventos para atender a essa necessidade de formação dos adultos que dela participam, conforme sua Política de Gestão de Adultos.

Alinhado com as diretrizes nacionais, a formação dos adultos é uma prioridade no nosso Grupo Escoteiro. Nesse contexto, estamos muito felizes porque dois adultos voluntários do nosso grupo receberam, durante o I.B.O.A. o certificado de conclusão do curso básico (CB).

O referido certificado foi entregue pelo Chefe Luiz Severino, representando a União dos Escoteiros do Brasil – Regional Espírito Santo, aos seguintes voluntários do nosso Grupo:

  • Richardson Murta, chefe do Ramo Escoteiro
  • Marcia Shigetomi, diretora financeira adjunta

Além do certificado de conclusão, o Chefe Luiz Severino também entregou aos dois o Anel de Gilwell, que de acordo com a Regra 132 do Princípio Organização e Regras (POR), que trata dos símbolos de formação de adulto, é outorgado a quem tenha concluído o Nível Básico, na forma das Diretrizes Nacionais para Gestão de Adultos. Agora o nosso Chefe e a nossa diretora adjunta utilizarão, orgulhosos, esse importante adereço para prender os seus lenços.

 Entrega dos certificados e medalhas do OptiBRA2017

Recebimento dos certificados e medalhas do OptiBRA2017

Jovens e adultos voluntários do nosso Grupo recebem certificados e medalhas pelo serviço de apoio prestado no OptiBRA 2017

Conforme noticiado em outro artigo do blog do nosso site, no mês de janeiro, jovens e adultos do nosso Grupo participaram, como voluntários, em atividades de apoio na realização do  45º Campeonato Brasileiro da Classe Optimist (OptiBRA 2017) que foi realizado no Iate Clube do Espírito Santo (ICES) de 7 a 14/1/2017.

Na sessão de avisos do I.B.O.A. foram entregues certificados e medalhas, emitidos pelo ICES, para todos os jovens e adultos do nosso Grupo Escoteiro que participaram da equipe de apoio do OptiBRA 2017.

Avisos importantes

Além da entregas de certificados, anéis e medalhas, foram feitos vários anúncios importante na sessão de avisos do I.B.O.A. de abertura, dentre eles destacamos:

  • Haverá Assembleia Geral Ordinária do Grupo no dia 18/2. O edital foi publicado no nosso site e distribuído por e-mail para todos os associados. A presença de todos os pais, pioneiros, escotistas e dirigentes é de fundamental importância;
  • No sábado seguinte, dia 11/2, haverá reunião de pais e responsáveis pelos jovens da alcateia no mesmo local do nossos encontros, enquanto os jovem realizam as suas atividades. É fundamental a presença de todos os pais e responsáveis pelos lobinhos nessa reunião;

Jogo democrático

A tarefa mais importante para todos os jovens do Grupo nesse primeiro dia de atividades do ano foi o jogo democrático. O Programa Educativo do Movimento Escoteiro oferece aos jovens a oportunidade de escolher quais jogos e atividades querem realizar, dentro de uma lista pré-selecionadas. Os escotistas, isto é, os chefes, por sua vez utilizam o resultado desse processo para definir que atividades aplicar durante o desenvolvimento dos ciclos do programa educativo. Esse processo de escolha das atividades é realizado de forma a considerar a opinião de todos e por isso ele é conhecido pelo nome de jogo democrático.

A apresentação da proposta de atividades é a primeira parte do jogo, e ela é feita de maneira motivadora, considerando os princípios do método educativo e o tipo de atividade adequado para cada faixa etária, ou seja, cada ramo. A proposta dos escotistas é discutida nas matilhas ou patrulhas e os jovens definem as atividades que mais lhe interessam, podendo inclusive propor novas atividades. Em seguida, a priorização é feita por meio do jogo democrático, no qual os jovens escolhem as suas atividades preferidas ou buscam obter o apoio dos demais para a sua proposta.

Os escoteiros se reuniram para realizaram o jogo democrático na Praça da Ciência e os jovens dos demais ramos se reuniram na praia, no local de costume onde realizamos nossas atividades.

Livro de caça

Livro de caça

Os lobinhos foram separados por matilha e cada matilha ficou sob a supervisão de um dos assistentes de chefia do Ramo lobinho: Enilene, Josimar, Cesar e Roger.  Cada matilha escolheu quatro atividades para sugerir no jogo democrático e somando as atividades das quatro matilhas totalizaram 16 sugestões de atividades. Em seguida, toda a alcateia se juntou para participar de um jogo de “pacote turístico” onde eles escolheram, por votação, quais as atividades preferidas para a realização ao longo dos ciclos de programa do semestre.

Chefe Sylvia divulgou, no final da votação, as três atividades mais votadas e finalizou a manhã apresentado à alcateia o Livro de Caça. Ela explicou que é nesse livro que serão registradas todas as aventuras e atividades dos lobinhos ao longo da história da alcateia.

Para concluir as atividades do dia, no I.B.O.A. de encerramento, a lobinha Gabriela e o lobinho Caio arrearam as bandeiras, juntamente com a escoteira Bia e com a Guia Raissa.

 Mais fotos

Para ver outras fotos do nosso primeiro dia de atividades em 2017, a maioria delas captadas pela lente do nosso novo integrante da Equipe de Comunicação, Breno Murta, acesse o álbum correspondente em nossa página no flickr .

SAIBA MAIS: O que é o Curso Básico?

Embora possa parecer, o Curso Básico não é tão “básico” assim. Trata-se do segundo curso na grade de treinamento, conforme as Diretrizes Nacionais para Gestão de Adultos da União dos Escoteiros do Brasil e tem como pré-requisito o Curso Preliminar. O curso básico geralmente tem tem duração de dois dias inteiros e tem como objetivo qualificar o adulto para uma atuação plena como escotista ou dirigente institucional. Para receber o diploma de conclusão do Curso Básico, o aluno deve cumprir satisfatoriamente as três etapas desse curso, que são:

  • Tarefas prévias
  • O próprio curso, que é presencial
  • Prática supervisionada

 


Redação e edição: Jodelson Sabino, Fotos: Breno Murta e Glen Leão