Atividade Náutica – Areia e mar para os jovens do escoteiros do ilha


Tempo meio nublado, meio ensolarado… Porém mais que perfeito para as atividades do último sábado! Nas areias da Curva da Jurema do dia 26 de novembro de 2016, os jovens do 11º/ES Grupo Escoteiro do Mar Ilha de Vitória participaram de atividades náuticas bem interessantes e divertidas, como sempre. Protetor solar e traje de banho também participaram como coadjuvantes indispensáveis!

atividade náutica

Enquanto os pais dos escoteiros participavam da reunião de pais lá no calçadão com chefe João Gabriel, os jovens escoteiros estavam envolvidos numa atividade no mínimo inovadora. Eram duas práticas simultâneas, a de Canoagem e a de Natação, essenciais como especialidade para os jovens conquistarem o tão cobiçado Lis de Ouro. Com ajuda dos pioneiros Vitor e Júlia, deviam percorrer um circuito bem grande: de canoa passaram próximo ao veleiro Yemanjá e voltaram para a praia. Já a natação, percorreram 100 metros. Os chefes avaliaram melhor a especialidade de natação de nível 2.

canoagem 1

“Muito legal a atividade com caiaque. Foi diferente e muito legal mesmo. Consegui chegar, só com um pouco de dificuldade. Eu gosto da atividade náutica.” – disse Nicholas Lacatos, escoteiro.

Os escoteiros nunca tiveram aulas de canoagem e essa prática teve aprovação de todos os presentes, solicitando mais atividades como essa.

Já pertinho dali, a poucos metros de distância, o nosso grupo mais charmoso – os Lobinhos – tiveram um desafio peculiar: armar com pratinho descartável, papel e vareta de churrasquinho uma pequena embarcação.

O tempo corria e eles montaram cada barquinho mais lindinho que o outro.

Será que apesar de lindos eles iriam flutuar nas águas do mar? O desafio consistia em empurrar o barquinho com a testa!

“Nossa! Desafiadora!” – disse o lobinho Conrad Pinkus.

A outra atividade foi a Conquista de Território Pirata, que para o lobinho “a atividade mais divertida foi a da conquista do território pirata, foi uma batalha que eu nunca tinha feito! Todos ficaram desesperados para pegar os discos do adversário, mas era o que tínhamos que fazer”.

Depois, chefe Sylvia os submeteu a outra atividade, a de revezamento na água com bola e bambolê, onde cumpriram itens de especialidades diversas. Os pais que ajudavam seguravam o bambolê na água e os lobinhos precisavam passar por dentro deles mergulhando e segurando a bola. Nadavam até o outro lobinho e entregavam a bola para ele voltar fazendo a mesma coisa.

“Foi um pouco difícil porque não conseguia enxergar nada debaixo d’água e os olhos ardiam. E por causa disso, às vezes passamos por fora do bambolê ao invés de passar por dentro, então a chefe avisava e tínhamos que voltar”, finalizou o lobinho.

O encerramento foi com momento livre na água! Que delícia!

Para a conquista de especialidade foi apenas de um item de artesanato e um item de natação. E que conquista!

Água e areia, areia e água formaram elementos essenciais das atividades deste sábado. O contato com a natureza fez sorrir nossos jovens do 11º/ES Grupo Escoteiro do Mar Ilha de Vitória. Férias foram anunciadas, mas teremos um encontro extra no Ginásio do Cléber Andrade em Cariacica em breve.

Sempre Alerta e Melhor Possível se despedem das atividades do ano de 2016.


Redação: Larissa Gastmann, Edição: Bernardo Vasconcellos, Fotos: Frank Komati